Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.
E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.
E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.
Gênesis 12:1-3

VAMOS CONVERSAR?

VAMOS CONVERSAR?

Há uma diferença entre prática e teoria, embora ambas se complementem e sustentem. O mesmo acontece com jornalismo, fotografia e antropologia visual. Meu objetivo principal é unir estas três áreas a fim de comunicar visualmente de maneira efetiva.

 

Não é apenas sobre fotografia, a pesquisa prévia sobre o que será fotografado também leva a um sentido maior no resultado. Não trata-se apenas de antropologia, mas também da estética e do fator humano que uma imagem deve conter. Deixe-me fazer isso para você.

ONGs, veículo de publicação, agência de viagem... quaisquer que sejam suas necessidades fotográficas, você precisa de imagens que cativem o cliente e que transmitam suas mensagem de forma impactante e efetiva. 

Que tal deixar uma profissional com experiência prática e background teórico contar suas história? Preencha o formulário ao lado, entre em contato e vamos trabalhar juntos!

info @antropologiavisual.com.br

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Flickr - White Circle

SOBRE A FOTÓGRAFA

"Posso fazer parte do seu time?", "Quem são os membros de sua equipe?". Embora eu receba muitas mensagens desse tipo, tudo feito nesse site e nas redes sociais @antropologiavisual são feitas por um 'time de um jogador só". Pesquisa, legendas, layout do site, redes sociais e claro, a fotografia são feitos por uma pessoa só.

Nascida em São Paulo, Ana Caroline de Lima é jornalista, pós-graduada em antropologia e fotógrafa documental/etnográfica cujo trabalho é focado na condição humana. Para ela, imersão cultural é indispensável na produção de registros documentais, motivo que a levou a viver e fotografar povos como os Rajasthani na Índia, Quechua no Equador e Peru, Black H'Mong no Vietnã, além de diversas comunidades indígenas brasileiras, como os Rikbaktsa, Yawalapiti e Xavante.

Seu trabalho já foi premiado nacionalmente e internacionalmente e exposto em mais de 20 países, em lugares como Palácio de Maldonado, Getty Gallery e OxO Tower.

 

PRINCIPAIS CLIENTES

Copyright © 2019 Antropologia Visual.

REPRODUCTION IS STRICTLY PROHIBITED WITHOUT PERMISSION, according to U.S federal Copyright Act of 1976.

REPRODUÇÃO EXPRESSAMENTE PROIBIDA SEM AUTORIZAÇÃO, de acordo com a Lei Federal do Brasil nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998
- In God I trust -